Share |

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Procura por profissionais de TI cresceu 60% no Brasil

Empresas da área de tecnologia enfrentam dificuldades para encontrar mão de obra especializada no mercado. Segundo uma pesquisa da Asap, a procura por esses profissionais cresceu 60% no Brasil.

Com isso, muitas empresas exploram um novo nicho que se destaca no mercado: o de consultoria de TI (Tecnologia da Informação), profissionais especializados em orientar equipes de empresas de diversos ramos. Outras opções também encontradas pelos gestores da área de tecnologia são os investimentos em cursos de capacitação e planos de carreira para valorização dos colaboradores.

De acordo com o gerente de TI da TWT Info, Nivaldo Fernandes, a busca pela consultoria de TI vem, principalmente, de empresas de médio porte que buscam desenvolver projetos específicos. “São empresas que têm uma equipe de TI e querem profissionais especializados para orientá-la e trabalhar junto com ela”, explica.

Mesmo sendo um serviço especializado e, por isso, altamente demandado, Nivaldo Fernandes enxerga um segmento do mercado que ainda irá descobrir a importância da consultoria de TI: empresas de pequeno porte. Segundo ele, essa categoria ainda não enxerga a TI como importante e parte do cotidiano corporativo.

“Por trás de todo serviço básico de e-mail e programa utilizado na empresa há uma estrutura para garantir estabilidade e o backup dos dados que não é valorizada. É essa estrutura que garante a disponibilidade de dados para que a empresa não pare e ganhe em produtividade”, afirma.

Empresas especializadas

O cenário propício para consultoria se confirma também pelo fato dos profissionais capacitados se concentrarem em empresas especializadas em tecnologia. Para o CEO da Opus Software, Francisco Barguil, as empresas especializadas em software acabam se mostrando como um espaço mais atrativo e estimulante para os profissionais e, ao mesmo tempo, uma solução mais eficiente e barata para firmas de outros ramos.

“É muito difícil para empresas que não têm na TI seu core reter talentos de desenvolvimento de software e mantê-los motivados, pois eles não têm, nessas empresas, a perspectiva de trabalhar com as tecnologias mais modernas”, diz. “A cultura organizacional de empresas especializadas em desenvolvimento de software cria um ambiente propício para que esses profissionais se atualizem e se sintam motivados a superar limites pessoais, realizando projetos cada vez mais arrojados”, conclui Barguil.

Postar um comentário

Siga por Email

Cadastre seu currículo aqui:

Populares da Semana