Share |

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Brasil na mira de Hollywood: além de artistas, indústria do entretenimento procura técnicos de arte visual


Escola da Califórnia firma parceria com brasileira para trazer mestres da arte digital

Divulgação Sony Pictures

Felippe Constancio, do R7

Maior evento de computação gráfica da América Latina traz Alex Nice, mestre dos efeitos visuais que trabalhou em Elysium, o primeiro filme do ator baiano Wagner Moura em Hollywood.

A escola brasileira de arte digital Saga não imaginava que o evento The Union teria mais de uma edição. Mas talvez em 2010, quando foi criado, os mestres da computação gráfica de Hollywood já suspeitassem que marcariam presença pelo menos uma vez ao ano em palestras no Brasil. 

Isso porque a maior indústria de filmes do mundo tem uma queda por tecnologia nas telas de cinema. De acordo com técnicos dos chamados efeitos especiais, os ingressos de filmes 3D são mais caros nos Estados Unidos e significam cifras maiores no fim de semana de estreia.

Quem vira assunto por conta disto é o Brasil. A aproximação cultural, a proficiência no inglês e a fama de criativo do profissional brasileiro de efeitos visuais põem o País no círculo dos principais exportadores de mentes criativas da indústria global de efeitos especiais, seja nos cinemas ou games, de acordo com o idealizador do The Union, Alessandro Bomfim.

— Apesar de estarmos muito atrás de países como China, Índia e Coreia do Sul na formação de profissionais do ramo, temos uma vantagem cultural. Por isso, a gente busca parceria, como com a Gnomon, para ajudar na formação de profissionais tanto para trabalhar no mercado internacional quanto no nacional.

O criador do The Union conta que a Saga fechou, pela terceira vez, uma parceria anual com a hollywoodiana Gnomon School of Visual Effects a fim de trazer mestres dos efeitos especiais para trabalhar na formação de brasileiros da área de cinema e games.

O evento, que acontecerá nos dias 19 e 20 de outubro em São Paulo, é o principal da América Latina e terá workshops com profissionais responsáveis pela arte gráfica de sucessos como O Homem de Ferro, O Hobbit, Planeta dos Macacos, além dos técnicos de Avatar Neil Huxley e Neville Page. 

Na edição de 2013, o The Union também traz Alex Nice, mestre dos efeitos visuais que trabalhou em Elysium, o primeiro filme do ator baiano Wagner Moura em Hollywood.

Assim como nos anos anteriores, Bomfim conta que a expectativa de público é grande.

— O público quis mais [depois da primeira edição do evento, em 2010]. O número [de visitantes] dobrou de 2010 para 2011 e de 2011 para 2012. A expectativa é de que dobre de novo.

Entre filmes e games

Com o avanço do domínio sobre os efeitos visuais, a indústria de games vem absorvendo profissionais do cinema, gerando um intercâmbio entre especialistas em efeitos visuais entre as áreas. O técnico de Avatar Neil Huxley, por exemplo, chegou a dirigir trailers feitos para o lançamento de jogos, como Transformers.

Por isso, o encontro anual é a chance de estudantes e profissionais das indústrias de cinema, games, publicidade, animação e design aprimorarem técnicas e ampliarem suas redes de contato profissional no Brasil e no mercado internacional, lembra Bomfim.

Serviço
The Union – Terceira Edição
Quando: 19 e 20 de outubro de 2013
Onde: WTC São Paulo
Quanto: ingressos a partir de R$ 420. Preços especiais para pacote de dois dias, para estudantes e para alunos da Saga. Para mais informações acesse www.theunion.com.br

Postar um comentário

Siga por Email

Cadastre seu currículo aqui:

Populares da Semana